terça-feira, 23 de março de 2010

O deserto que atravesso...


Imagem tirada da Net



Numa aura de mistério
O sol se põe
No deserto que atravesso...
Sem chuva nem brisa
Nem sombra ou água fresca
Sem descanso
Ou refrigério
Só muita aridez...
Uma miragem, talvez!
Tempestades de areia causticantes
Com seus répteis rastejantes
Noites geladas,
Dias escaldantes!
Alguns nômades viajantes,
Beduínos arfantes,
Raros habitantes!
Entretanto, é belo,
O deserto que atravesso...
Porque oculto em algum lugar
Há um oásis
Pra me confortar!

Mas onde foi parar o tal Tuaregue?

.

neli araujo
2007

.


(Do túnel do tempo, com carinho para vocês!)

.

32 comentários:

Jimnamite disse...

puxa D. Neli como vc escreve bem ^^ estava fuchicando as coisas no orkut e achei seu blog. Mto interessante...gostei msm!!
fica com Deus!!

-Jim-

E o pensamento voa... disse...

Seja benvindo Jim!
Brigadão e volte sempre pra fuchicar aqui, rsrsrs bjs, Neli

Derez disse...

Divinos pela vibração que você colocou ao criá-los, parabéns Neli!
Bjs
Derez

E o pensamento voa... disse...

Derez, minha linda!
Como não modero os comentários do meu blog, não vi que voce havia deixado este comentário tão gostoso nesta postagem mais antiga. Só hoje ,12 de maio é que vi...Acredita?
Obrigada, e volte sempre!

talita disse...

Assino embaixo, irmã. O deserto se atualiza em nós, hoje.

Mas, graças ao bom Deus, o oásis também!

Lindo poema!!!

Beijos admirados

Tuca

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Neli!Você é perfeita em suas colocações e sentimentos!

Já chegou ao oásis?E o tuaregue,estava lá?

Beijos,com muita admiração!Sonia Regina.

Anita disse...

Amiga linda bom dia.
Mais um belo poema Neli e como sempre não podiam faltar as belas imagens...
Um dia radioso e cheio de vitórias.

Beijos....
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Pleiba disse...

Belo poema Neli! como sempre dando a nós esse perfune de um dia melhor...:)
fica com Deus
bjuz

Rui Valente disse...

"O OÁSIS QUE ATRAVESSO..."

Numa aura de saber
O Sol nasce
No oásis que atravesso...
Com chuva e brisa
Sombra e água fresca
Sem fadiga
Ou fogo
Só muita exuberância...
Uma realidade, talvez!
Bonanças de areias suaves
Sem répteis servis
Noites cálidas,
Dias temperados!
Alguns sedentários residentes,
Beduínos galantes,
Alguns habitantes!
Entretanto, é lindo
O oásis que atravesso...
Porque presente em algum lugar
Há um deserto
Para eu povoar

NOTA:
Sem querer plagiar, foi esta a forma que encontrei para comentar mais este belo poema.

Beijos e abraços

dragao vila pouca disse...

Neli, você vai encontrar seu Tuaregue e vai acabar a sua travessia do deserto. Eu, pelo meu clube, já atravessei um deserto de 19 anos, com apenas um copo de água - uma Taça de Portugal. E cá estou..fino como um alho!

Um beijinho

Anita disse...

Tem gente que é anjo mesmo sem asas formosas…
Gente que espalha alegria fazendo coisas maravilhas!


Um dia lindo amiga.
Beijinhos.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Tatá disse...

Neli,

Nossa caminhada na vida é repleta de desertos e oásis, e você os representou num poema sublime.

Que delícia. Parabéns!

Um forte abraço

Pelos caminhos da vida. disse...

Neli vc deveria escrever um livro,suas palavras,suas expressões, seus sentimentos são dignos de uma poeta.

Bom dia.

beijooo.

* O Cantinho da Lia * disse...

Um dia encontramos o Oasis...Eu ainda não encontrei o meu, mas já o avisto ao longe...

Lindo poema,

beijinhos,


Lia

neli araujo disse...

Obrigada a todos vocês,

meus queridos e queridas que passaram por aqui, deixando um pouco de sombra e água fresca neste meu deserto!

Vem aí um poema menos árido, rsrsrs

Tenham uma boa noite!
beijo carinhoso,

Neli

carmen disse...

Estamos a passar por um deserto... que seja breve e tenha vários Oásis
bjs

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Amiga.

Quantos desertos existem
em nossas vidas.
Com eles aprendemos a sabedoria
do silêncio,
e as cores da esperança.
Quando saímos dele,
estamos mais fortes,
e passamos a amar a vida,
como ela realmente precisa ser amada.

Que o teu coração seja sempre casa de alegria.

Gil Moura disse...

Olá, Neli!

Belo poema! No deserto árido de nós, há sempre um oásis fresco, à nossa espera.

Beijinhos

Gil

Luz' disse...

sempre haverá um oásis para comfortar certas passagens
(como sempre lindo aqui)

a magia da noite disse...

até o vazio tem a sua beleza, quando descrita com pureza.

neli araujo disse...

Olá, Aluisio!

Obrigada pelas palavras, amigo!

No momento realmente não estou vivendo um "deserto", mas já passei por ele várias vezes, e sei que sempre saio mais forte, como você falou!

Uma beijoca,

neli

neli araujo disse...

Oi, Gil!

Obrigada pelas palavras!

O oásis é bom, mas só o valorizamos, porque já estivemos no deserto, não é mesmo?

beijinho,

Neli

neli araujo disse...

Luz, minha amiguinha fiel!

Obrigada pelo carinho, linda!

beijinhos,

neli

neli araujo disse...

Olá, "a magia da noite"!

Seja benvindo em meu espaço!

Obrigada pelas palavras, e volte sempre!

Um abraço,

neli

Denise disse...

Oi, Neli...desse túnel ainda sai muita preciosidade, vou aguardar aqui do lado de fora...rs

Bjo, amiga!

neli araujo disse...

Denise, minha querida!

Obrigada pelo carinho!

Eu vou mesclando novidades, com o túnel, quando estou sem tempo ou sem inspiração...

beijinhos

Neli

carmen disse...

Ah! E o principal... que tenha um camelo para nos levar...rs

bjs, querida

neli araujo disse...

Carminha,

Falou e disse, hehehe

Quero um camelo que me carregue, hehehe

Amiga, seu humor, sempre afinadíssimo!

beijos

Neli

Viviana disse...

Querida Néli

É isso amiga.
Há um oásis para nos confortar.

Por isso, prossigamos.

Um beijo

viviana

mulher lua disse...

Quantas vezes me apetece ir para o deserto!!!

Imagino sempre a Patagónia...

Lindo, o teu poema...


Veijios

neli araujo disse...

Vivi, minha querida!

A amiga sabe a qual oasis me refiro, não é mesmo?

Obrigada pelo carinho!

Uma beijoca,

Neli

neli araujo disse...

Oi, Luinha querida!

Acho que já passei por tantos "desertos" na vida, que não tenho vontade de estar mais lá, hehehe

Se a amiga for, depois me conta, ok?

beijoca carinhosa,

neli