quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

DENTRO DE MIM...


by Roman Frances
.
Dentro de mim
Corre um rio
De águas tépidas e mansas
Suave aos meus navegantes.
E se quem me navega
For canoa furada,
Que venham as águas
E a afundem de vez!

Dentro de mim
Arde um fogo
Que chamusca e queima
Incautos e desavisados.
E se quem do meu fogo se aquece
For palha,
Que venham as labaredas
E a consumam de vez!

Porque o limbo é a pior coisa que existe!
.

neli araujo
2009
.

9 comentários:

dragao vila pouca disse...

Olá Neli, viva, já acabou o balanço e que tal, há fundos para aguentar a crise?

Sobre o poema, regresso pela porta grande.

Beijinhos

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Neli querida!Se é para não ser apreciado como deve que o calor nos consuma...

Lindo,sempre!

Não sei o que aconteceu,mas só hoje dei conta que seu blog sumiu dos meus links.Agora tornei a recolocá-lo.Coisas da internet...

Beijos!Sonia Regina.

neli araujo disse...

Obrigada Dragão e Soninha, pelo carinho de vocês!
Andei acamada estes últimos 3 dias, mas agora estou melhor e já voltando à ativa.
beijinhos carinhosos nos dois!

Ah, Parabéns, Soninha! Que Deus te abençôe nesta data querida!

carmen disse...

Neli,
já estava pensando em fazer serenata na janela do seu Apê,
em fazer passeata contra esta discriminação em não podermos mais comentar os seus posts; em vááárias coisas...

Que bom que você voltou, afiada como sempre!!!

Oba!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Que a chuva inunde este barco, que o fogo consuma... mas não nos deixe mais assim...

bjs

neli araujo disse...

Obrigada Carminha e Renato!

Obrigada pelas palavras e pelo carinho de vocês!

Carminha, sabe que eu gostei da idéia da serenata na janela do meu Apê!

Uma beijoca carinhosa nos dois!

mulher lua disse...

Claro que nada mais chato, estúpido, inconsequente, dormente, que o limbo. Vale mais uma boa briga que essa coisa burra.

Por outro lado, assim um limbinho de vez em quando, sem pensar em nada, sem fazer nada, não se importar com nada, não saborear nada, não doer nada... também é preciso!

Veijios alimbados ah ah ah

neli araujo disse...

Ai, Filózinha!

Você é ótima!

Sempre me fazendo rir, linda!

E você pode, porque você bem sabe o que é o tal limbo, amiga!

beijinhos

JB007 disse...

Olá boa noite descobri seu blog e o adicionei ao meus favoritos gosto da maneira simples e directa como escreve e descreve os momentos da vida, porque a vida é feita de momentos.

neli araujo disse...

Olá JB007!

Só agora vi seu recadinho...Desculpe não ter respondido antes!
Seja benvindo aqui no meu blog!
Um abraço,