quinta-feira, 5 de novembro de 2009

So sweet, so tender, so yours...


Imagem da Net
.
Poeminha Amoroso
.
Cora Coralina
.


Este é um poema de amor

tão meigo, tão terno, tão teu...

É uma oferenda aos teus momentos

de luta e de brisa e de céu...

E eu,

quero te servir a poesia

numa concha azul do mar

ou numa cesta de flores do campo.

Talvez tu possas entender o meu amor.

Mas se isso não acontecer,

não importa.

Já está declarado e estampado

nas linhas e entrelinhas

deste pequeno poema,

o verso;

o tão famoso e inesperado verso que

te deixará pasmo, surpreso, perplexo...

eu te amo, perdoa-me, eu te amo..."


.
Cora Coralina sabia das coisas...

.
Tenham um fim de semana maravilhoso!
beijinhos,
Neli.
.

20 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

E como sabia...

beijooo.

Jhacy disse...

Cora sabia mesmo das coisas...
Lindo poema!!!
beijos, querida.

anjo só disse...

...e o vento trouxe aquela pluminha
flutuando que pousou suavemente em sua mão.

Anita disse...

A grande arte da vida é acordar depois de ... um sonho, levantar depois de ... um tombo, sorrir depois de uma ... decepção... e nunca desanimar!!!
É olhar em frente com a esperança de vencer!!!

Que poema mais lindo e a imgem então...

Beijinhos doces e votos de um maravilhoso fim de semana.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

neli araujo disse...

Não é mesmo, Aninha?

Bom fim de semana, amiga!

beijooooo

Neli

neli araujo disse...

Obrigada, Jhacy!

beijinhos, linda!

Neli

neli araujo disse...

Oi, João!

Obrigada pelas tuas palavras. A participação dos leitores é muito bem-vinda aqui no blog!

Abraços,

Neli

neli araujo disse...

Oi, Anita!

Obrigada pelo teu carinho, linda!

Bom fim de semana para você também!

beijinho carinhoso,

neli

.Lis disse...

Muito doce sempre são as palavras da poeta Cora Coralina, Neli.

renato disse...

Olá, Neli!

Pessoalmente diria: Tão doce, tão delicado, tão teu!

Não retira o brilho das palavras da Coralina, bem pelo contrário, mas teremos de saber interpretar os nossos, os vossos, os deles, Sentimentos!

Beijinho,

Renato

entremares disse...

O amor é terno, ternas têm que ser as palavras, terna tem que ser quem o diz...

E quando o conteúdo é tão imenso, só mesmo uma concha azul do mar para o oferecer...

Tudo de bom para ti...
Rolando

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Neli!!

Cora Coralina sabia de tuuudo!!!

Muito bonito,linda escolha!!

Um beijo carinhoso!

Sonia Regina.

neli araujo disse...

Oi, Lis!

Só descobri Cora Coralina há uns 3 anos atrás, e logo fiquei fã de carteirinha.

Mulher sábia e muito doce, suas palavras!

beijinhos,

neli

neli araujo disse...

Oi, Renato!

Obrigada pelas palavras carinhosas.

O importante é a gente conseguir "sentir" o poema.

um beijinho,

Neli

neli araujo disse...

Oi, Rolando!

Saudades tuas e de ler teus contos, que tanto gosto!

O meu tempo anda escorregando feito água pelos meus dedos...

Obrigada pelas palavras "ternas",

beijinhos,

neli

neli araujo disse...

Soninha, minha querida!

E não é que ela sabia?

Incrível como uma mulher de origem tão simples pudesse escrever coisas tão lindas!

beijo carinhoso,

neli

carmen disse...

Que poema mais lindo e singelo...

E a concha, azul, perfeita para ilustrar esta poema.

bjs

neli araujo disse...

Oi, Carminha!

Estava com saudades tuas, amiga!

Uma concha azul para você, cheinha de bênçãos! Tudo vai ficar bem logo, se Deus quiser, linda!

bjooo
Neli

Viviana disse...

Querida Neli

Que mulher de alma linda!

Esta Cora Coralina.

Descobri-a o ano passado e fiquei a admirá-la muito.

Gosto muito dos seus poemas

Obrigada pela partilha

Beijos

viviana

neli araujo disse...

Olá, Vivi!

Obrigada pelas palavras e pelo carinho, amiga!

beijinhos,

neli