quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Vinícius, sempre Vinícius!


Imagem da Net
.
Soneto da Separação


De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto.
.
De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama.
.

De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente.
.

Fez-se do amigo próximo o distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente.

.

Vinícius de Moraes

.

12 comentários:

carmen disse...

Neli, sempre Neli!!!

Como sempre, nos encantando com suas imagens, tiradas do fundo do baú!!!

O poema, já conhecido, é mesmo muito lindo!!!

Mas a imagem, o complementou de uma forma muito eloquente!!!

Me lembrou aquela imagem que você me deu com as roupas no varal, que me inspirou um poema, ou será o poema que inspirou aquela imagem garimpada por você??? Não me lembro mais, mas é linda!!!

bjs

Lou Mello disse...

Continuo bisbilhotando por aqui,
de repente, entro para um comentário e essa poesia do Vinícius, com ou sem whisky, é brilhante, de repente.

neli araujo disse...

Carmen, querida,

Eu juro que ontem enquanto colocava esta imagem no post, só pensava no que a minha amiga iria dizer... Sei que gostamos das imagens de forma parecida, não é? E esta, é uma das mais legais que já encontrei, sem procurar, hehehe

Aquela do varal eu também adoro! Acho que você me incumbiu de procurar uma imagem porque não estava conseguindo arquivar imagens no seu PC. Aquela eu já quase usei no meu blog também, hehehe

Mas Carminha, as imagens são para agradar nossos olhos, não importa o lugar em que estejam.

Pode surrupiar também, hehehe
beijos, amiga!
Neli

neli araujo disse...

Lou querido,

É um prazer saber que você vem aqui bisbilhotar, meu amigo!

Não é lindo este soneto? O "poetinha" era um gênio!

Olha, whisky não é a minha praia, mas se você me oferecer um chopp escuro, eu aceito, hehehe

beijocas,
Neli

Pelos caminhos da vida. disse...

Boa tarde!

Sorriso nos lábios, sempre podemos ter, mas para nossa alma sorrir, precisamos estar felizes...
Aquela felicidade que cira raízes, que nos faz desejar o que está por vir...que nos dá a alegria de viver...
Temos alegria interior...
Vontade de correr e gritar.
A felicidade não podemos esconder.
É um real reviver...
Só pensamos em beijar... amar...
É algo, que desejamos, seja como for...
Assim é a felicidade...
Que nos deixa com os lábios e a alma a sorrir.

Fim de semana de luz.

beijooo.

dragao vila pouca disse...

Vinícius é um poetaço...

Já agora ouçam o sonehttp://www.youtube.com/watch?v=02_T4Z0GDDQto no LInk:

Beijinhos e bom fim-de-semana

renato disse...

Oi, Neli!


Por que tantas angustias? Por que tantas privações? Que lei medonha é esta que dá a uns todos os prazeres e que dá a outros todos os suplicios!

Vinicius, retrata em alguns dos seus poemas estas realidades!

Beijinho,

Renato

neli araujo disse...

Aninha querida,

Obrigada pelas palavras queridas.

Concordo com a frase:

"...para nossa alma sorrir, precisamos estar felizes..."

Fim de semana de luz para você também!

beijo

Neli

neli araujo disse...

Olá, Dragão amigo!

Que bom que gosta de Vinícius!

Já ouvi no youtube, Vila Pouca!

Muito lindo! Obrigada!

beijinhos,

neli

neli araujo disse...

Renato,

Isto é Vinícius!

Eu acho linda a forma como ele retrata os sentimentos!

Bom fim de semana!

beijocas

Neli

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Vinicius sempre soube o que dizia:tudo acontece assim,"de repente,não mais que de repente"...

A imagem é perfeita!!!

Um beijo carinhoso!

Sonia Regina.

neli araujo disse...

Soninha querida,

O "Poetinha" sabia das coisas, não?

Que bom que gostou da imagem! Eu também gostei muito dela! beijinhos,
Neli