sábado, 3 de outubro de 2009

Céu e Inferno...


"Hidden Kiss" by Olga Gernovski

.


E quando parece
Faltar em mim
Um pedaço,
Tua voz caiana
Em meu cais atraca...
E a minha chama
Tua chama enlaça,
E a minha mente
Embota e embaça...
E logo teu fogo
Meu fogo afoga!
No escurecer,
És céu...
E és inferno
Sempre a arder!

neli araujo
2009


26 comentários:

Alice disse...

Eita inferninho bão esse sõ !!!

HSLO disse...

Poema lindoooo...viu. Eu quero o céu...o inferno...ai sei lá...quero os dois. srss


abraços.


Hugo

anjo só disse...

voltou a arrepiar, poema muito bom ! abços

renato disse...

Oi, Neli!

Os seus poemas estão a "sair" cada vez mais plenos de filosofia!

Este realmente provoca, a quem o lê, pele de galinha! Muito lindo e com os antagonismos inerentes ao climax que provoca!

Beijinho e B.F.S.

Renato

Dois Rios disse...

A voz que repõe, preenche, incendeia.
Presença que arde.

Lindo poema!

Beijos,
Inês

p.s. Obrigada pelo carinho da sua visita.

dragao vila pouca disse...

Tradução para caiana, por favor!
Será que eu tenho uma voz assim e não sei?

Beijos e bom fim-de-semana

Adriana Karnal disse...

Lindíssimo....fico aqui pensando q chamas são essas?

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Essa dualidade que nos "inferniza" é a grande força para viver!!!

Belíssimo o seu poerma!!

Um beijo "celestial"!

Sopnia Regina.

neli araujo disse...

Oi, Alice!

Gostou, amiga?

beijinhos,

Neli

neli araujo disse...

Oi, Hugo!

Obrigada, amigo!

Sempre queremos os dois, rsrsrs

abraços,

neli

neli araujo disse...

Oi, João!

Obrigadaaaaa! Você sempre me prestigiando. Obrigada, mesmo!

abraços,

Neli

neli araujo disse...

Oi, Renato!

Obrigada pelas palavras e pelo carinho!

Bom feriado para você!

beijinhos,

Neli

neli araujo disse...

Oi, Inês!

Seja benvinda!

Obrigada pelas palavras queridas, e volte sempre!

beijinhos,

Neli

PS:
Ah, não acaba com teu blog...

neli araujo disse...

Dragão amigo,

Estou rindo até agora do teu humor, hehehe

Olha, caiana é um tipo de cana de açucar. E no poema eu quis dizer que era uma voz "doce".

Agora me diga:

Tua voz é caiana? hehehe

Por favor, agora quero saber, hehehe

beijinhos e um ótimo feriado!
Ah, parabéns pelos 3 X 0!

Neli

neli araujo disse...

Oi, Adriana!

Obrigada, linda!

As chamas???...deixo para cada um interpretar como quiser, ok?

beijoca carinhosa,

Neli

neli araujo disse...

Oi, Soninha!

Que bom te ver por aqui novamente, linda!
Obrigada pelas palavras, linda!

Espero que você esteja BEM!

Ainda bem que não é um beijo infernal, hehehe

beijinho carinhoso,

Neli

Sonhadora disse...

Muito belo o seu poema.
Cheio de força e beleza

dragao vila pouca disse...

Cara Neli, depende...às vezes é mel, outras...

Beijinhos

Anita disse...

Para os bens materiais,

Há lojas para se comprar.

Mas não há lojas que possam

Amizades ofertar...

E nas horas de incerteza,

Com quem podemos contar?

Nenhum bem material

Seja qual for o perigo,

Jamais terá o valor

De um sincero ombro amigo...

ﻶﻉჱﻶﻉჱﻶﻉჱჱﻶﻉჱﻶﻉჱﻶﻉჱﻶﻉჱﻶﻉჱﻶﻉჱﻶﻉჱ


Fica na Paz...
Fica com Deus!!
Anita (amor fraternal)

Antonio Paulo disse...

Vir a esse céu e inferno mexe com nossa alma no bom sentido. Um abraço boa semana.

neli araujo disse...

Oi, Sonhadora!

Seja bem-vinda aqui no blog!

Que bom que gostou!

A casa é nossa!

Venha sempre que sentir vontade!

Uma beijoca,

Neli

neli araujo disse...

Olá, Vila Pouca!

Se às vezes é mel, então pode-se dizer que às vezes é caiana, hehehe

Já vi voce um pouco bravo com um tal de anònimo (Ad...),mas fora isso sempre vejo o amigo "falar" com os outros com cordialidade.

Uma beijoca,

Neli

neli araujo disse...

Anita querida,

Você e seus recadinhos sempre tão queridos, amiga!

Obrigada pelo carinho!

Tenho estado com a vida um pouco corrida,mas sempre me lembro de vocês!

Uma beijoca saudosa,

Neli

neli araujo disse...

Olá,Antonio Paulo!

E quem é que nunca esteve neste ceu e inferno? rsrsrs

Obrigada pela presenca (com cedilha)aqui!

Um abraco,

Neli

mulher lua disse...

Neli, o que significa "caiana"?

neli araujo disse...

Luinha querida,

Caiana é um tipo de cana de açucar.
Não usamos este termo por aqui, mas no poema eu quis dizer que era uma voz "doce", e achei que o termo caiana já é doce por si só, hehehe

Coisas da tua amiga, hehehe

beijinhos, linda!

neli