sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Destino?


Imagem da Net

.

Passei fome

Senti frio

Tomei chuva

Calafrio...

De aspecto

Risível,

Tornei-me

Invisível...

Por noites

Vaguei,

Sem rumo

Tropecei,

Nas pedras

Que vestem

Os caminhos...

Pedregulhos

Deste meu

Destino...

.

neli araujo

2009

.

11 comentários:

dragao vila pouca disse...

Neli, obrigado e desejo o mesmo para você e para todos, mesmo sabendo que muitos não podem ter um fim-de-semana como eu e você, podemos ter.

Beijinhos

HSLO disse...

Nossa que pomea...viu.


Te desejo um bom final de semana,


abraços


Hugo de Oliveira

Jacira mavignier disse...

Oi, Neli!

O título de sua poesia é uma pergunta. "Destino?"

Eu não creio que seja. Creio que seja a falta de estendermos a mão.

Se existem pessoas assim, é porque existem outras que tem demais. Pessoas que para nós, como disse você, tornam-se invisíveis...

Como "cristãos" que somos, sabemos que essa é mais do que uma missão. "Amai ao próximo como a ti mesmo".

Beijos

Viviana disse...

Neli querida

Obrigada por nos trazer este tema e esta imagem...

È preciso nunca esquecer que isto é uma realidade que abunda por aí.

E que tal como disse a Jacira, não é o destino não!


È o resultado do egoismo humano,
da insensibilidade para com o nosso irmão.

Nu fundo, é a falta de AMOR!

"Amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei a vós"

Palavras de Jesus

Um beijo amiga linda

viviana

Gerly disse...

Puxa, difícil mesmo. Muitas vezes nessas minhas andanças diárias de sobe e desce de ônibus indo pro estágio, universidade, eu me deparo com essa situação nas ruas do Recife. Não sei o que dizer.

:o/

Beijinhos!

neli araujo disse...

Com certeza, Dragão!

Obrigada pela presença aqui e pelo carinho!

Desejo um ótimo jogo amanhã para vocês!

beijocas

neli

neli araujo disse...

Obrigada, Hugo!

Tudo de bom para você também, amiguinho!

beijinho,

Neli

neli araujo disse...

Oi, Jacira querida!

Você tem toda a razão, amiga!

Uns têm demais, outros de menos...mas, se fizermos a nossa parte, poderemos aliviar o sofrimento destas pessoas menos favorecidas.

beijoca carinhosa,

neli

neli araujo disse...

Viviana, minha querida amiga!

Como todos sabemos, nem tudo nesta vida são flores, belas imagens e poemas doces...

De vez em quando, embora doloroso, é necessário mostrar o "outro lado" também.

A amiga falou certo. Não é o destino, não!

Tenha um domingo abençoado, Vivizinha!

beijinhos

Neli

neli araujo disse...

Oi, Gerly!

O importante nestas horas é refletirmos sobre estas situações, linda!

E se for possível fazer algo para reverter este quadro tão corriqueiro no nosso Brasilzão.

beijoca carinhosa,

neli

Leonor Lourenço disse...

Que triste e real. Custa tanto. Entretanto vou escrever no meu blog um acontecimento a que assisti com um cão. Fica para quando tiver um pouco de inspiração para relatar o que me foi na alma...
Obrigada por sua ternura no meu log :)