quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Momentos...


Imagem da Net - Whitaker

.

Há momentos

Inesquecíveis

Nesta

Minha caminhada

Repleta de bens

Não perecíveis.

Há silêncios

Hostis

E há silêncios

Bem vindos.

Particularmente,

Não suporto

Silêncios infindos!

.

neli araujo

2008

.

9 comentários:

renato disse...

Olá, Neli!

Há momentos... para tudo!

Beijinho,


Renato

carmen disse...

Neli:

O silêncio da paz é bem vindo, mas o silêncio da guerra, nem que seja psicológica, dói e acaba por gritar alto em nossas mentes...

bjs

HSLO disse...

Quanta sensibilidade viu.

Abraços

Hugo

Adriana disse...

gosto de silêncio, mas não os infindps como você.Gostei muito.

Jacira mavignier disse...

Oi, Neli!

Que belas figuras! Tanto a do layout, quanto a da poesia!

Sim, há silêncios hostis. Quando esperamos uma palavra de conforto, de esperança, o semelhante se nega.

Os bem vindos, acontecem quando queremos estar sós, e ouvirmos a nossa própria voz, nem que seja muda.

Faz bem, os infindos, creio que ninguém.

Suscinta, bela e profunda sua poesia!!

Beijos

Anita disse...

Existem, as pessoas que são maravilhosamente amigas.
Uma amiga doce como o mel de uma flor que desabrochou numa estrela e que veio até nós num lindo sonho!
E ainda bem que são amigas, porque flores, estrelas ou sonhos, mais cedo
ou mais tarde, terminam... Mas a amizade... A amizade verdadeira não termina nunca...

Um abençoado fim de semana.
Beijinhossss
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

dragao vila pouca disse...

Saber qundo uma palavra deve ser dita ou quando o silêncio é de ouro, é fundamental para uma boa armonia.

Beijinhos e bom fim-de-semana.

neli araujo disse...

Gentes queridas,

Renato
Carminha
Hugo
Adriana
Jacira
Anita
Dragão

Muito obrigada pelas palavras carinhosas.

Desejo a todos um final de semana abençoado!

beijo carinhoso,

Neli

Jhacy disse...

Neli, querida, lindo poema, como sempre!!!
fEliz fim de semana!!
beijos.